www.cnm.org.br |

(61) 2101-6000

quinta, 20 de dezembro de 2018

Turismo e sensação de segurança serão contemplados na Pnad Contínua a partir 2019

MturA Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) é promovida pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada trimestre, para mostrar o cenário de desenvolvimento socioeconômico do País e acompanhar indicadores de trabalho e rendimento. A partir de 2019, essa pesquisa também coletará dados sobre turismo, sensação de segurança e vitimização.

Em parceria com o Ministério do Turismo e com o Ministério da Justiça, o IBGE vai produzir informações sobre rotinas de viagens turísticas domésticas. Os temas serão investigados em dois módulos, das pesquisas que serão aplicadas nos domicílios selecionados, no segundo semestre de 2019 e terão os resultados divulgados apenas em 2020. A intenção do Instituto é apresentar os primeiros resultados em publicação especial e, após o período de teste, em divulgação periódica.

No módulo sobre Turismo, serão levantados os principais destinos visitados, motivo e duração da viagem, meio de transporte utilizado, tipo de acomodação e gastos. Segundo a coordenadora de estudos e pesquisas do Ministério do Turismo, Gilce Battistuz, os resultados vão preencher uma lacuna de informações existente no órgão: “Esses dados, com a extensão e a profundidade que a Pnad Contínua consegue captar, serão essenciais para conhecer a dinâmica do turismo interno do país”, afirma.

Módulo
Já o módulo sobre sensação de segurança e vitimização vai investigar questões como casos de violência sofridas pelo indivíduo, situações que passou a evitar por conta da impressão de insegurança percebida no ambiente em que convive, avaliação em relação às instituições de segurança e como as pessoas se informam sobre crimes e acontecimentos violentos que aconteceram na sua cidade.

O coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, que também integra a equipe gestora dos módulos, defende que o estudo vai incrementar informações sobre a eficácia das ações dos órgãos que compõem o Sistema Único de Segurança Pública. “Estamos trabalhando para produzir uma pesquisa que contribua com o avanço no diagnóstico e avaliação das políticas públicas de segurança”, ressalta.

Atividade
Para área de Turismo da Confederação Nacional de Municípios (CNM), a medida representa um grande avanço, pois a atividade impulsiona o trabalho e a renda nos Municípios brasileiros. A técnica da Confederação Marta Feitosa explica que a atividade impacta positivamente em 52 segmentos da economia. “O Turismo é considerado um dos principais vetores para o desenvolvimento municipal capaz de gerar rapidamente, emprego, renda, aumento de arrecadação e melhoria da qualidade de vida da população”, lembra.

Diante desse entendimento, a entidade acredita que o levantamento dessas informações na Pnad Contínua motivará políticas públicas de valorização e desenvolvimento do setor. Além disso, será mais uma ferramenta para medir a evolução das atividades nos Municípios.

Da Agência CNM, com informações do IBGE
Foto: MTur